GP COWORKING doa mais uma mesa de tênis de mesa pelo projeto SMASH DO BEM

alta-performance-pesquisa-avancada
Alta Performance – Pesquisa Avançada
outubro 28, 2016
biblioteca-compartilhada-do-gp-coworking-ja-conta-com-mais-de-100-titulos
Biblioteca compartilhada do GP Coworking já conta com mais de 100 títulos
outubro 31, 2016

GP COWORKING doa mais uma mesa de tênis de mesa pelo projeto SMASH DO BEM

gp-coworking-doa-mais-uma-mesa-de-tenis-de-mesa-pelo-projeto-smash-do-bem

A segunda edição do evento reuniu mais de 200 crianças e adolescentes, entre 5 e 17 anos, do projeto Caminhando pelo Futuro, mantido pelo Colégio Pentágono, unidade Morumbi.

A doação da mesa de tênis de mesa que ocorreu no último dia 22 de outubro faz parte do projeto social do GP Coworking em parceria com a Truques de Comunicação e tem como objetivo divulgar o esporte como ferramenta de transformação de crianças carentes.

“Uma das grandes chances de um país se tornar uma nação respeitada é investir no esporte. Estou muito honrado de fazer parte desse projeto tão bacana.”

Afirma o CEO do GP Coworking, Alessandro Vieira.

A entrega contou com a presença dos mesatenistas Laio Silva Vieira dos Santos e Jéssica Namoni , além de toda a diretoria do Colégio. “Vejo nessas crianças o futuro do esporte. É fundamental ações para promover a modalidade. As crianças tem que saber que com treino e disciplina é possível viver do esporte, além das chances de se tornar um atleta olímpico”, destacou Laio. Ele ainda explicou que o tênis de mesa é um dos esportes mais populares do mundo em números de praticantes.

Claudio Giardino, diretor da instituição ressaltou a importância do esporte como geração de renda e parabenizou os organizadores do Smash do Bem. “O esporte é um facilitador para a entrada no mercado de trabalho e garantia de dignidade.”

Os atletas ainda realizaram uma oficina onde foram apresentadas as principais técnicas e táticas envolvidas na modalidade a partir das suas experiência deles. No Ginásio, as crianças tiveram a oportunidade de participar de diversas dinâmicas.

“Nunca imaginei que fosse tão bacana jogar tênis de mesa, quem sabe não serei o próximo atleta olímpico do esporte”

Contou João Pedro, uma das crianças atendidas pelo projeto.